quarta-feira, 4 de outubro de 2017

ESTAÇÃO FERREIRA - 3º BECmb inicia preparo para restauração

MARCA NA NOSSA MEMÓRIA CULTURAL

         Hoje, dia 04 de outubro de 2017, ficará marcado na memória cultural cachoeirense como o início efetivo das obras de restauração da antiga Estação Ferroviária da Ferreira.



        A histórica estação (de propriedade do Município de Cachoeira do Sul) está cedida por convênio à Associação Cachoeirense de Amigos da Cultura - AMICUS, para que esta procure viabilizar ações que recuperem a edificação que é protegida por tombamento, em nível municipal.




        Hoje iniciaram os trabalhos de limpeza da edificação, limpeza da área externa e principalmente de cercamento da área com vistas à proteção do prédio e de pessoas desavisadas que a ele acessam correndo risco de acidente, considerando as condições de segurança frágeis.

       Os trabalhos foram coordenados pelos arquitetos Elizabeth Thomsen e Osni Schroeder, apoiados pelo parceiro Renato Thomsen nos registros de filmagem e fotografia.

 

         A execução é feita com o apoio do 3º Batalhão de Engenharia de Combate, que cedeu a mão de obra, assim como de outros parceiros voluntários que estão se mobilizando com o projeto.


ACESSO FECHADO


          O antigo acesso à velha estação será fechado. O novo acesso se dará pelo terreno lateral ao Posto de Saúde, localizado à direita da edificação.



PLANEJAMENTO
            Foi realizado um levantamento indicando a ocupação irregular de algumas áreas da estação. Após a finalização do documento ele será encaminhado para o Executivo Municipal, com pedido de providências. Nas atividades do dia, decidiu a AMICUS ser rigorosa no combate às novas invasões e não tomar atitudes que prejudiquem o ir e vir de famílias que ocupam atualmente aquela área do município cachoeirense.


           O cercamento da edificação procura consolidar, para fins de informação, a situação atual de invasões e de área remanescente da estação ferroviária.


EXECUÇÃO DOS TRABALHOS

           O sargento Leandro Leonel Schwantz coordena um grupo de seis soldados nos trabalhos atuais. A logística da operação é projetada pelo tenente Carlos Scherer e ainda há o apoio do senhor Giovani Santos na operação do trator que realiza a perfuração de buracos para colocação de moirões.



TRABALHOS DO DIA

 1. Limpeza parcial das dependências da antiga estação, com remoção de
 restos de materiais de construção e terra oriunda de movimentações diversas


 
 2. Abertura de buracos e colocação de moirões

         Amanhã, dia 05 de outubro, continuarão os trabalhos com o início da colocação de arames farpados para definição de novo cercamento.



ESTADO DO PRÉDIO


         O antigo prédio apresenta condições precárias de conservação. Muito pouco há a preservar. Muito terá de ser reconstruído nas condições originais - que estão perfeitamente documentadas pelo grupo de parceiros voluntários, especialmente com fotografias do casal Renato e Elizabeth Thomsen.


TELHADO DO SOBRADO



        Provavelmente o sobrado terá seu telhado restaurado a partir de novembro deste ano, dependendo da disponibilidade de pessoal do 3º Batalhão de Engenharia de Combate. O telhado demonstrado na foto, já tem todos os materiais adquiridos pelo Município de Cachoeira do Sul, com verba oriunda de sobras orçamentárias da Câmara de Vereadores, do ano de 2016.


TELHADO DO PAVILHÃO


O telhado, como as fotos mostram, está bastante deteriorado


         Este telhado apresenta uma técnica especial na execução das suas tesouras de madeira, que serão preservadas em parte - como forma de documentar uma tecnologia construtiva de telhados do século 18. A estação ferroviária da Ferreira foi inaugurada por volta do final dos anos 1880.


Texto: Osni Schroeder     Fotos e Vídeo: Renato Thomsen


Ao final do dia a cerca era finalizada
 
Fotos: Osni Schroeder


Vídeo
Pequeno vídeo de 5 minutos, com vistas aérea
e interior da antiga Estação Ferroviária Ferreira


    "A Estação Ferreira foi inaugurada em 1885 no local denominado Passo D'Areia pela E. F. Porto Alegre-Uruguaiana, no seu segundo trecho construído, o Cachoeira-Santa Maria. Seu nome vem do arroio Ferreira, tributário do rio Jacuí, ao lado do qual a estação está situada. Em 1973 a estação foi desativada com a abertura da variante Ildefonso Fontoura-Pertile. Os trilhos foram retirados posteriormente. Sediou uma unidade sanitária da Prefeitura, mas hoje está abandonada."

   Os voluntários da Ponte de Pedra, com o apoio do 3º BECmb,
 da comunidade cachoeirense e da Prefeitura Municipal,
 estão mobilizados para restaurar a Estação Ferreira.

domingo, 6 de agosto de 2017

MUSEU MUNICIPAL - Patrono Edyr Lima (06/08/2017)

              A antiga edificação do restaurado Paço Municipal, a partir da última quinta-feira dia 03 de agosto de 2017, passou a chamar-se Museu Municipal de Cachoeira do Sul - Patrono Edyr Lima.






































IMPRENSA

TV NTSul - Vídeo 04 de agosto de 2017



Jornal do Povo - 05 e 06 de agosto de 2017


Jornal digital O Correio - 04 de agosto de 2017